Como a cirurgia bariátrica contribui para uma boa saúde?

Postado por master em 05/abr/2021 - Sem Comentários

Em comemoração ao Dia Mundial da Saúde, vamos falar um pouco sobre como a cirurgia bariátrica é importante na melhora da saúde de pacientes que não tiveram sucesso no tratamento clínico da obesidade.

A OBESIDADE

Antes de explicar os benefícios da cirurgia, é importante ressaltar os agravantes da obesidade que impactam a saúde dos pacientes. A obesidade é uma doença multifatorial, ou seja, existem diversos fatores que podem desencadear o aumento de peso da pessoa. Alguns desses fatores são: genética, alimentação ruim, condições psicológicas, não realização de atividades físicas, sono ineficiente, entre outros.

A obesidade é hoje uma das principais causas de morte em todo o mundo devido  suas comorbidades. Dito isso, é importante ressaltar também que a obesidade vem aumentando ultimamente, em 2006 11,8% da população era obesa, em 2018 esse número representava 19,8%. Esse número pode ser justificado pela mudança de hábitos. Cada vez mais praticamos menos atividade física e nos alimentamos pior. O pior fator da obesidade é o pacote que ela traz. Pessoas obesas acabam desenvolvendo algumas comorbidades como: Hipertensão arterial, diabetes tipo 2, hipercolesterolemia, apnéia do sono, insuficiência cardíaca, artroses de quadril e joelhos, obstrução arterial (ex. coronárias, carótidas, etc) e ainda outras doenças associadas.

Além disso, a obesidade também tem grande influência na saúde mental dos pacientes, influenciando diretamente na parte pessoal e profissional do paciente. Na clínica já vimos diversos casos de pacientes que relataram dificuldade no trabalho ou vida pessoal devido à obesidade. Pacientes esses que após emagrecerem apresentaram resultados muito melhores que os anteriores, principalmente por estarem se sentindo melhor com a imagem atual.

A CIRURGIA BARIÁTRICA

Hoje a cirurgia bariátrica é considerada o melhor e mais efetivo tratamento da obesidade grave, contribuindo não só para a perda de peso como também para manutenção dessa perda em longo prazo. Além disso, a cirurgia tem sido também uma excelente opção no tratamento de comorbidades, com melhor controle e remissão da Diabetes tipo 2, hipertensão, entre outras.

Mesmo com esses fatos, ainda existem pacientes que tem dúvidas em relação aos benefícios do procedimento, muitas vezes incomodadas com o processo pós-operatório ou o fato de ter que continuar tomando vitaminas para a vida.

A cirurgia bariátrica é, explicando com palavras simples, um procedimento onde o médico irá diminuir o estômago do paciente, alterando o tamanho do mesmo e, consequentemente, diminuindo sua capacidade de receber alimentos. Dependendo do procedimento escolhido o paciente passará também a absorver menos nutrientes no intestino delgado, porém explicaremos isso melhor mais para frente.

Hoje na Suzanclin, a cirurgia bariátrica é realizada apenas por videolaparoscopia. O método aberto, além de ser um procedimento mais demorado, é um método com recuperação mais demorada e dolorida. Confira aqui as condições para operar.

Quanto às técnicas cirúrgicas, hoje são preferidos o Sleeve e o Bypass, neste texto não iremos focar no procedimento em si, caso deseje saber mais, clique aqui. O Sleeve se baseia em dois princípios, o da restrição do volume alimentar ingerido e o da retirada de uma parte do corpo do estômago e do fundo gástrico, onde é produzido um hormônio chamado grelina (o hormônio que gera sensação de fome). Já o Bypass se baseia na diminuição do espaço para o alimento e o aumento de hormônios que dão saciedade e diminuem a fome. Ambas as cirurgias são seguras.

Aliado à cirurgia bariátrica, o paciente faz todo um acompanhamento nutricional, psicológico e físico, que irão ensinar o paciente e ajudar a mudar seus hábitos para viver uma vida cada vez mais saudável após a cirurgia. Do ponto de vista nutricional, muitos pacientes submetidos à cirurgia bariátrica deverão ser acompanhados por um bom tempo, com o objetivo de receberem orientações específicas para elaboração de uma dieta qualitativamente adequada e ingestão de vitaminas que possam ser necessárias. Porém, sem dúvidas é melhor realizar uso contínuo de suplementação vitamínica do que ingestão de remédios para comorbidades.

Para finalizar, ressaltamos que a cirurgia bariátrica é um meio, não um fim. Portanto o paciente que realizou a cirurgia não vai necessariamente perder peso e nunca mais voltar a ganhar esse peso. Todos os hábitos que ele construir irão influenciar diretamente no seu peso e na sua vida, fazendo com que o paciente venha a ser cada vez mais ativo e saudável. A Suzanclin realiza o procedimento há 18 anos, e se tem uma coisa que podemos afirmar é que, em casos que há indicação cirúrgica, os pacientes melhoram muito sua saúde e qualidade de vida. Independente dos receios e tabus que rolam acerca do assunto, é uma ferramenta que auxilia muito o paciente na busca da vida mais saudável.

Para saber como funciona o passo a passo da cirurgia bariátrica conosco clique aqui.