Cirurgia Metabólica x Cirurgia Bariátrica

Postado por master em 20/set/2021 - Sem Comentários

Você já ouviu falar em Cirurgia Metabólica? Hoje vamos te explicar o que é, qual a diferença entre a cirurgia bariátrica e metabólica e quais seus benefícios.

O que é a cirurgia metabólica?
A  metabólica é basicamente um procedimento cirúrgico que é utilizado para controlar/curar algumas doenças endócrinas de pacientes. Um grande exemplo de uma doença que pode ser controlada com a cirurgia é a Diabetes mellitus do tipo 2.

Alguns pacientes optam por esta cirurgia porque a diabetes ainda é muito difícil de ser controlado. Os diabéticos não controlados são pessoas com diabetes tipo 2 que não conseguem manter os níveis de glicose no sangue dentro dos padrões desejados. Importante dizer que essas pessoas não se tornam diabéticos não controlados do dia para a noite. Geralmente, são muitas as tentativas fracassadas de controlar a doença. Essas tentativas podem incluir diversos tipos de dietas, exercícios físicos e tratamentos clínicos, incluindo o uso de medicamentos injetáveis diariamente.

Muitos pacientes não conseguem obter os objetivos desejados seguindo métodos tradicionais. Como o diabetes é uma doença progressiva, essa é uma atitude que coloca em risco a saúde da pessoa, pois a doença tende a evoluir para quadros mais graves. Além disso, o custo do tratamento clínico para diabetes é alto. Como é uma doença crônica, o uso regular de medicamentos pode se tornar financeiramente inviável para muitos pacientes.

A cirurgia metabólica vem com o intuito de tratar esses pacientes diabéticos e evitar vários desencadeamentos como problemas da retina (podendo levar a cegueira), problemas nos rins (podendo levar até mesmo à necessidade de transplante renal/hemodiálise) e problemas cardiovasculares, que são a principal causa de mortalidade nos pacientes com diabetes.

Qual a diferença entre cirurgia bariátrica e metabólica?
Nas duas cirurgias, a técnica é basicamente a mesma. A diferença entre as duas é que a cirurgia metabólica visa principalmente o controle da doença. Já a cirurgia bariátrica tem como objetivo principal a perda de peso, com as metas para contenção das doenças, como o diabetes e hipertensão, em segundo plano. A cirurgia metabólica é segura e apresenta resultados positivos de curto, médio e longo prazo, diminuindo a mortalidade de origem cardiovascular.

O que a cirurgia metabólica pode curar/auxiliar?
Através da cirurgia metabólica é possível controlar as seguintes doenças:

  • Hipertensão;
  • Obesidade;
  • Colesterol;
  • Esteose Hepática;
  • Diabetes;
  • Dislipidemia;
  • Esofagite;
  • Apneia do sono.

Qual a melhor técnica para a cirurgia metabólica?
Como dito anteriormente, a técnica cirúrgica utilizada é a mesma tanto para a cirurgia metabólica quanto para a bariátrica. Porém o Conselho Federal de Medicina (CFM) normatizou que a cirurgia metabólica indicada para pacientes com diabetes mellitus tipo 2 se dará, prioritariamente, pelo bypass gástrico com reconstrução em Y-de-Roux (BGYR). Porém em casos de contraindicação ou desvantagem do Bypass, a gastrectomia vertical (Sleeve) será a opção disponível. Nenhuma outra técnica cirúrgica é reconhecida para o tratamento desses pacientes.

Quem pode realizar a cirurgia metabólica?
Para realizar a cirurgia metabólica, o paciente deverá cumprir os seguintes requisitos:

  • Ter diabetes mellitus tipo 2 e ter IMC entre 30 kg/m² e 34,9 kg/m²;
  • Ter mais de 30 anos e no máximo 70 anos;
  • Ter diabetes miellitus tipo 2 há menos de 10 anos;
  • É necessário comprovar que o paciente já tentou outros tratamentos e não obteve sucesso;
  • O paciente não pode ter outras contraindicações para a cirurgia.

 

Mas afinal, depois de todos esses esclarecimentos, por que a cirurgia bariátrica começou a mostrar resultados positivos em pacientes com diabetes do tipo 2?

Os profissionais de saúde constataram que as transformações anatômicas realizadas pela cirurgia bariátrica provocavam o aumento significativo da quantidade de vários hormônios que atuam na regulação do açúcar e do metabolismo, além de controlar a fome e promover saciedade, provocando diversos efeitos benéficos no organismo.

Percebeu-se que, após a cirurgia bariátrica, havia uma diminuição dos hormônios associados à fome no estômago, ao mesmo tempo em que havia um incremento dos hormônios relacionados à saciedade no intestino. Ou seja, além de ter uma diminuição significativa do desejo de comer, a pessoa se sentia satisfeita com muito menos comida!

Dentre os benefícios que podem ser atribuídos à mudança na secreção desses hormônios está o controle ou até mesmo a remissão de várias doenças potencialmente graves, como:

  • Diabetes;
  • Hipercolesterolemia;
  • Hiperuricemia;
  • Hipertensão;
  • Esteatose Hepática;
  • Síndrome dos Ovários Policísticos;
  • Parte da Síndrome Plurimetabólica.

Gostou? Conseguiu entender certinho os benefícios da Cirurgia Metabólica? Esperamos que sim. Caso você queira saber mais sobre a cirurgia bariátrica, clique aqui.