...

Dia nacional de prevenção à obesidade

master
out 11,2021

Hoje é um dia muito importante para falarmos sobre prevenção. Por aqui sempre falamos sobre alimentação saudável, atividades físicas e um estilo de vida saudável, justamente porque acreditamos que a prevenção é o melhor caminho para não se chegar a obesidade e é sobre isso que vamos falar hoje.

Obesidade no Mundo
A Organização Mundial de Saúde afirma: a obesidade é um dos mais graves problemas de saúde que temos para enfrentar. Os dados são alarmantes. Em 2025, a estimativa é de que 2,3 bilhões de adultos ao redor do mundo estejam acima do peso, sendo 700 milhões de indivíduos com obesidade (IMC acima de 30).

Aqui no Brasil, essa doença crônica aumentou 72% nos últimos treze anos, saindo de 11,8% em 2006 para 20,3% em 2019. Já em relação à obesidade infantil, o Ministério da Saúde e a Organização Panamericana da Saúde apontam que 12,9% das crianças brasileiras entre 5 e 9 anos de idade têm obesidade, assim como 7% dos adolescentes na faixa etária de 12 a 17 anos.

Esse é um cenário muito preocupante, porque a tendência é essa prevalência aumentar ainda mais no decorrer da vida por uma série de fatores. Na faixa etária dos 18 aos 24 anos, encontramos 33,7% de pessoas sobrepeso. Na faixa entre 40 e 59 anos, a prevalência vai de vez para as alturas: 70,3% dos indivíduos nessa idade estão com excesso de peso, isto é, a esmagadora maioria.

Na média geral, segundo a PNS 2019, 29,5% das mulheres têm obesidade — praticamente uma em cada três — contra 21,8 dos homens. O sobrepeso, por sua vez, foi encontrado em 62,6% delas e em 57,5% deles.

Vamos falar sobre alguns sinais e sintomas da obesidade?
O excesso de gordura tem efeitos negativos sobre todo o corpo, veja alguns deles:

  • Falta de ar e dificuldades respiratórias
  • Dores no corpo
  • Dificuldade para fazer esforços ou caminhadas
  • Dermatites e infecções fúngicas
  • Manchas escuras na pele
  • Impotência e infertilidade
  • Roncos noturnos e apneia do sono
  • Maior tendência a varizes e úlceras venosas
  • Ansiedade e depressão

Tratamento da obesidade
Existem diversos meios de tratar a obesidade e o sobrepeso mas é importante ressaltar que como a obesidade é multifatorial, quanto mais fatores você ataca, mais efetivo vai ser esse tratamento.

Além disso, não são todos os tratamentos que são para todos. Dependendo do grau e tempo de doença de obesidade de cada paciente ele poderá optar por tratamentos mais agressivos, desde um programa envolvendo medicações até uma cirurgia bariátrica.

Prevenção e Tratamento
Alguns hábitos estão ao alcance de todos e quanto antes você mudar seus hábitos, mais rápido você vai viver de forma saudável. São eles:

  • Pratique de atividades físicas
    Já pensou em encontrar atividades que você gosta e sinta prazer, pra começar a praticar de forma regular?  Bike, dança, natação, futebol, vale tudo. Procure o que você gosta, busque uma orientação profissional e comece o quanto antes.
  • Tenha uma alimentação balanceada
    Como anda sua alimentação? Acha que exagera nos doces, nos alimentos gordurosos, pula refeições e sempre substitui por lanche? Talvez esteja na hora de repensar isso. Coma comida de verdade, não precisa ser chato ou sem gosto. Comer bem é prazeroso e ainda contribui para uma boa saúde. Procure acompanhamento nutricional.
  • Tenha um sono de qualidade 
  • Procure ajuda psicológica
    É importante entender quais os gatilhos que podem te levar a comer mais ou não conseguir emagrecer. A mente tem que trabalhar a seu favor, pra isso é importante contar com ajuda de um profissional.
  • Se necessário, realize acompanhamento médico
    Pode ser que você tenha tentado emagrecer diversas vezes mas sem sucesso. Se isso aconteceu com você talvez seja o momento de buscar ajuda médica e ver qual o melhor tipo de tratamento pra você.

Saiba mais sobre como funciona o passo a passo da Cirurgia Bariátrica conosco clicando aqui.