...

Como evitar os entalos?

master
dez 13,2021

Um dos principais aspectos da cirurgia bariátrica é a diminuição do tamanho do estômago. E essa diminuição do estômago implica em diversas alterações na vida do paciente, uma delas é que a capacidade de armazenar alimentos será reduzida. Além disso, o intestino pode ser modificado a fim de reduzir a absorção de nutrientes do paciente.

Com essa redução da capacidade do estômago, caso o paciente não faça toda reeducação corretamente, surge a possibilidade da ocorrência de entalos, e eles são o tema do nosso Blog de hoje.

O entalo é uma situação bem desconfortável, que ocorre na maioria das vezes devido à alimentação inadequada do paciente e pode trazer dores no peito, estômago ou garganta.

Para vocês entenderem, vamos imaginar uma estação de metrô. Em uma situação normal, do dia a dia, o trem chega, todos os passageiros entram e ele deixa a estação. Porém caso o trem mude e passe a comportar 1% do que o trem anterior comportava, os passageiros acabarão enfrentando uma fila, pois a capacidade do trem é menor. No corpo do paciente funcionaria mais ou menos assim, sendo que o trem representa o estômago dele (que reduziu a capacidade) e as pessoas representam os alimentos. Caso ele continue comendo a mesma quantidade de alimento, ou pelo menos na mesma velocidade, ele provocará essa “fila”, fazendo com que o alimento entale (mesmo sendo pequeno). O entalo pode ocorrer também quando o paciente não corta/mastiga direito o alimento, porém esse segundo “tipo de entalo” afeta a população inteira, não é exclusivo de pacientes que realizam a bariátrica.

O que fazer caso o entalo aconteça?

Caso o entalo ocorra, pare de se alimentar imediatamente. Não insista com outra porção de alimento tentando desbloquear o caminho. Levante-se e procure respirar profundamente. Você pode dar uma caminhada para ajudar no desentalar o alimento.

O aumento da salivação durante o entalo é uma situação comum, visto que é uma maneira do organismo tentar se livrar do alimento situado em um local inadequado. Portanto, não se preocupe, apesar de não ser uma situação muito agradável.

Adicionalmente, você pode ingerir alguma bebida gasosa, como um refrigerante ou uma água com gás. Deste modo, o gás estimula a eructação (o famoso arroto), a qual pode ajudar na retirada do alimento preso.

Portanto, siga com atenção todas as recomendações médicas após a cirurgia bariátrica e evite desconfortos durante a alimentação.

  • Uma das regras mais importantes é que o paciente deve ingerir porções reduzidas de comida. Tente utilizar uma colher menor para que os alimentos cheguem à boca em baixa quantidade;
  • Comer devagar, mastigando bem os alimentos;
  • Evite ingerir alimentos muito sólidos, e caso o faça, tente acompanhá-los com algum molho ou algo que os deixe mais fácil de ser quebrado;
  • Se alimentar usando a ponta do garfo (ou talheres de bebê/sobremesa);
  • Prestar atenção enquanto come. Nosso cérebro não está “acostumado” com o novo estômago e as condições pós-cirúrgicas, portanto, tenha cuidado durante toda o processo de alimentação durante as refeições para manter a mastigação e a deglutição adequadas. Comer na frente da TV ou vendo algum vídeo pode prejudicar o paciente.

Após as dicas acima, fica mais claro perceber que o grande causador dos entalos no paciente são os antigos hábitos do mesmo. O paciente muitas vezes estava acostumado a comer mesmo quando não está com fome, por exemplo quando você está em casa e quando se da conta está abrindo a geladeira pela 3ª, 4ª vez, comer rápido e até exageradamente. Quando ele decide realizar a cirurgia já deve ter em mente que terá que criar novos hábitos mais saudáveis.

Portanto se você operou e está tendo entalos, procure comer mais devagar, mastigue melhor, coma porções menores e acima de tudo, procure identificar os momentos que está comendo devido à fome ou ao hábito de comer bastante.