...

Cirurgia reparadora pós cirurgia bariátrica

master
jan 24,2022

Ao realizar a cirurgia bariátrica, o paciente acaba perdendo muito peso em um curto período de tempo, resolvendo assim os problemas que o excesso e as comorbidades trazem, mas nem tudo é positivo nessa história. Devido a essa rápida perda, o excesso de pele e a flacidez podem acabar aparecendo e se destacando no corpo do bariátrico.

A cirurgia reparadora é o maior aliado contra esse problema, chamada de dermolipectomia, a cirurgia de retirada do excesso de pele é indicada e realizada por cirurgiões plásticos. Existem diversos tipos desse procedimento, podendo ser realizadas combinadas ou isoladas.

Quando o paciente pós bariátrico deve realizar as reparadoras?

Esses procedimentos, irão retirar o excesso de pele e recuperar o contorno corporal do corpo, sendo considerada a fase final do tratamento da perda de peso. Para isso o paciente deve estar com o peso estabilizado, para que a cirurgia possa ser realizada com uma maior segurança, com um risco menor de complicações e melhores resultados. O período é de 1 ano a 2 anos, pós a cirurgia bariátrica.  

A reparadora, diferente de uma cirurgia plástica estética, tem o objetivo de corrigir as deformidades de nascença ou que foram adquiridas pelo paciente com o tempo, seja elas por excesso de peso, acidentes, traumas e outras. São consideradas necessárias como qualquer outra intervenção cirúrgica, procuram recuperar as funções do corpo e restabelecer a forma mais natural possível, o procedimento não é realizado como uma questão de vaidade e sim para restaurar a normalidade do corpo do paciente.

Qual cirurgia plástica o convênio deve cobrir?

Por regra, a legislação dita que os convênios não tem a obrigação de cobrir cirurgia plástica com a finalidade estética. Mas quando sua finalidade é de reparar o corpo do paciente o convenio deve cobri-las, como no caso das: cirurgia reparadora pós bariátrica, mamoplastia redutora e cirurgia de reconstrução de mamas de pacientes com câncer. Mas antes, o paciente deve verificar se o cirurgião plástico aceita ou não convênios para cirurgia.

Tipos de cirurgia reparadora pós bariátrica

Abdominoplastia

Essa cirurgia visa retirar o excesso de pele do abdômen, reduzindo o volume abdominal. Após a rápida perda de peso a pele do local fica flácida, formando a famosa barriga de avental. Ela é realizada em um método em que a pele é puxada e removendo a parte em excesso.

  • Lifting de braços e coxas

Nela, é removido o excesso de pele e gordura dos braços e coxas, esse excesso impossibilita o movimento natural dos membros, atrapalhando em atividades físicas e do dia a dia. A pele é esticada e remodelada para a posição natural do corpo.

  • Mamoplastia

Nesse procedimento, as mamas são reposicionadas em seu lugar natural, deixando o órgão com aspecto mais firme, ela pode ser feita sozinha ou com a colocação de silicone, assim aumentando o tamanho dos seios.

Recuperação pós reparadora

Na reparadora o paciente fica internado por volta de 1 dia, necessitando de repouso em casa por um período de 15 dias a 1 mês. O tempo dos procedimentos, duram em torno de 1 a 5 horas, nela é usada anestesia geral ou local, variando de acordo com o procedimento e técnica. Durante a recuperação, o paciente deve evitar esforços físicos, é medicado com analgésicos e deve retornar com o cirurgião plástico conforme o protocolo do mesmo.

Vale ressaltar, que apenas o cirurgião bariátrico pode liberar o paciente para realizar as cirurgias reparadoras, então mantenha seus retornos em dia, com toda a equipe multidisciplinar, para que não ocorra nenhum risco. 

Ficou alguma dúvida? Entre em contato conosco por nossas mídias sociais.