...

Cirurgia Bariátrica e Diabetes

master
ago 23,2021

Sabe-se que o Diabetes é uma doença extremamente séria e que atinge diversas pessoas ao redor do mundo, não é uma coincidência o fato de que hoje a doença está entre as 10 principais causas de morte no mundo. Segundo a IDF (International Diabetes Federation), existem aproximadamente 463 milhões de adultos com a doença em todo o mundo. Além disso, a prevalência global da diabetes atingiu 9,3%, sendo que ao menos metade desses casos de adultos não são diagnosticados. Inclusive, a previsão é que o número total de pessoas com diabetes chegue em 578 milhões em 2030 e 700 milhões em 2045. Já hoje cerca de 374 milhões de adultos são intolerantes à glicose, portanto possuem alto risco de desenvolver diabetes tipo 2.

No ano de 2019, a diabetes foi responsável por aproximadamente 760 bilhões de dólares em gasto com a saúde. Mas por que estamos falando tudo isso? Muitos sabemos dos malefícios que a doença traz e alguns sabem até mais a fundo sobre a mesma, mas nosso principal assunto de hoje não é esse.

Cirurgia Bariátrica x Diabetes

A cirurgia bariátrica vem se tornando cada vez mais popular, e ela é responsável por auxiliar e até mesmo curar o paciente de diversas patologias trazidas devido à obesidade. Existem 2 doenças que são as primeiras que vêm à cabeça quando falamos de obesidade, a primeira é a hipertensão e a segunda é a diabetes. Como já falamos aqui sobre a hipertensão anteriormente, hoje focaremos na diabetes.

Antes de falar mais sobre, é importante ressaltar também que existem tipos de diabetes, sendo elas:

  • Diabetes tipo 1 – Geralmente, acomete crianças e adolescentes. É uma doença autoimune, pois o sistema imunológico ataca as células beta. Dessa maneira, pouca ou nenhuma insulina é liberada para o organismo. A glicose, então, não é absorvida pelas células. Para retirar o açúcar da corrente sanguínea, os médicos habitualmente prescrevem insulina, modificação no cardápio e atividades físicas.
  • Diabetes tipo 2 – Essa é a apresentação mais comum da doença. E ela surge quando o organismo não consegue usar de forma correta a insulina que produz. Ou, então, o organismo não fabrica o hormônio suficiente para conseguir controlar glicemia. Fatores genéticos podem estar atrelados ao desencadeamento da diabetes do tipo 2, porém, na maioria dos casos a doença é associada a pessoas acima do peso e com uma má alimentação.

Hoje existem estudos que mostram que a cirurgia bariátrica tem resultados muito positivos no auxílio do controle da diabetes tipo 2. Aproximadamente 90% das pessoas que possuem diabetes, possuem a tipo 2.

Mas afinal, a cirurgia bariátrica cura diabetes?

Bom, é complicado afirmar que a cirurgia bariátrica cura a diabetes, porém podemos afirmar que, a cirurgia bariátrica auxilia o paciente no controle da doença. E esse controle é dado por 3 fatores:

  • Redução da grelina no estômago
    A grelina é um peptídeo produzido principalmente no fundo gástrico do estômago e é responsável pela sensação de fome nos pacientes. Como esse fundo é “desativado” nas cirurgias, o paciente passa a sentir menos fome, o que faz com que ele coma menos, ingerindo menos açúcar;
  • Liberação de GLP1
    O estômago reduzido não possui a mesma eficácia ao digerir os alimentos, portanto eles chegam mais rápido e “menos digeridos” no intestino. Essa chegada mais rápida promove a liberação do GLP1, ele irá agir sobre o pâncreas, produzindo mais insulina. O aumento na produção da insulina resulta em uma maior capacidade do corpo guardar açúcar dentro das células;
  • Diminuição do peso do paciente
    Outro fator que influencia no controle da diabetes é a perda de peso do paciente, uma vez que quando uma pessoa emagrece, ela passa a ter menos substâncias inflamatórias que bloqueiam a ação da insulina na célula.

Portanto podemos dizer que a cirurgia bariátrica não cura a diabetes do paciente, mas fará o mesmo ingerir menos alimentos, produzir mais insulina e ter o efeito da insulina de seu corpo potencializado, visto que a inflamação do corpo do paciente diminuirá bastante.

Agora que respondemos qual a influência da cirurgia bariátrica em pessoas com diabetes tipo 2, aproveitamos para tirar uma outra dúvida que é frequentemente trazida a nós.

Qual a diferença entre cirurgia bariátrica e metabólica?
Na essência do procedimento podemos dizer que nenhuma. A técnica cirúrgica é igual. A grande diferença observada na cirurgia bariátrica e na metabólica é a MOTIVAÇÃO do procedimento. Portanto, caso você possua obesidade descontrolada e queira realizar o procedimento cirúrgico para seu controle, vai realizar a cirurgia bariátrica.
Caso o paciente tenha diabetes ou hipertensão com difícil controle e opte por realizar a cirurgia, o ideal é realizar uma cirurgia metabólica. Note que o que motivou o paciente a realizar o procedimento foi o tratamento de uma síndrome metabólica que ele possuía, não apenas o tratamento da obesidade em sua essência.

Nós somos especialistas em Cirurgia Bariátrica, agende sua avaliação:
(11) 4745-3600