Balanço Geral 2021

Postado por master em 31/dez/2021 - Sem Comentários

O ano de 2021 já está no fim e com isso trouxemos para nossos pacientes algumas dicas para colocar em prática a partir do ano que vem buscando uma vida com mais qualidade. Desde 2020 estamos combatendo o covid-19 e ele deixou muito claro para todos como a saúde é importante, agora é hora de aproveitar o fim de ano para refletir sobre sua vida e como ela está sendo levada. O fim do ano é também o melhor momento para planejar o novo ano que vem e as prioridades que deseja levar para o mesmo.

Não seja mais um daqueles que só vai à consulta médica quando está se sentindo mal! Se organize com a gente para viver um 2022 mais, saudável.

Seja você um paciente bariátrico ou não, o que vai te ajudar a cuidar da sua saúde é manter os acompanhamentos médicos em dia. Os famosos check-ups servem para avaliar sua saúde de forma completa, auxiliando na evolução do seu histórico clínico.

É recomendado fazer no mínimo um exame geral completo anualmente, mas para quem realizou a cirurgia bariátrica, é portador de alguma doença, ou possui histórico familiar patológico, esse tempo deve ser reduzido. É importante manter uma frequência com a equipe especializada, que irá contribuir para um diagnóstico detalhado sobre o funcionamento do seu corpo.

Deixamos aqui algumas dicas para se organizar nas suas consultas durante o ano e para uma rotina mais saudável.

Dicas para manter suas consultas em dia:

  • Agende suas consultas com antecedência para que não aconteça de não ter mais vaga, lembre-se de sempre anotar em mais de um lugar as datas dos retornos para não se perder.
  • Antes das suas consultas, faça uma lista dos sintomas e dúvidas que tiver, para não se esquecer dentro do consultório.
  • Tenha anotado o histórico da sua saúde durante os meses e anos, os medicamentos que utiliza e os procedimentos cirúrgicos que já realizou
  • Lembre se de sempre guardar seus exames e de mantê-los atualizados.

Dicas para uma rotina mais saudável:

  1. Pratique exercícios

Tenha uma rotina de exercícios frequentes, essa prática traz diversos benefícios para o corpo. A qualidade de vida de quem pratica exercícios aumenta consideravelmente, seja qual for a idade e exercício praticado. Os exercícios físicos irão te ajudar a evitar a hipertensão, a redução do colesterol ruim (LDL), prevenir a diabete, redução de doenças como ansiedade e depressão.

  • Mantenha-se no seu peso ideal!

Estar dentro do IMC adequado, vai muito além das questões estéticas. O excesso de peso aumenta os riscos de doenças como: hipertensão, colesterol, diabete, depressão, problemas respiratórios e entre outros.

  • Descanse com qualidade!

Ter uma boa noite de sono está diretamente ligado no funcionamento do corpo e da mente. Descansar adequadamente irá garantir que suas energias estejam renovadas para o dia seguinte, sem uma noite de sono adequada o estresse excessivo pode ocasionar doenças psicológicas. Entre os principais sinais do estresse, deve-se atentar nas alterações de humor, perda de apetite, problemas de atenção e ansiedade. Então busque relaxar, ter momentos de paz e tranquilidade, desconectar da loucura do dia a dia de vez em quando é o mais adequado.

Com essas dicas para manter sua saúde em dia, você vai perceber que manter uma qualidade de vida mais saudável é apenas uma questão de atitude. Ficou alguma dúvida? Entre em contato conosco por nossos meios de comunicação e não deixe de nos acompanhar no Facebook, Instagram e Youtube. Boas festas.

Como evitar os entalos?

Postado por master em 13/dez/2021 - Sem Comentários

Um dos principais aspectos da cirurgia bariátrica é a diminuição do tamanho do estômago. E essa diminuição do estômago implica em diversas alterações na vida do paciente, uma delas é que a capacidade de armazenar alimentos será reduzida. Além disso, o intestino pode ser modificado a fim de reduzir a absorção de nutrientes do paciente.

Com essa redução da capacidade do estômago, caso o paciente não faça toda reeducação corretamente, surge a possibilidade da ocorrência de entalos, e eles são o tema do nosso Blog de hoje.

O entalo é uma situação bem desconfortável, que ocorre na maioria das vezes devido à alimentação inadequada do paciente e pode trazer dores no peito, estômago ou garganta.

Para vocês entenderem, vamos imaginar uma estação de metrô. Em uma situação normal, do dia a dia, o trem chega, todos os passageiros entram e ele deixa a estação. Porém caso o trem mude e passe a comportar 1% do que o trem anterior comportava, os passageiros acabarão enfrentando uma fila, pois a capacidade do trem é menor. No corpo do paciente funcionaria mais ou menos assim, sendo que o trem representa o estômago dele (que reduziu a capacidade) e as pessoas representam os alimentos. Caso ele continue comendo a mesma quantidade de alimento, ou pelo menos na mesma velocidade, ele provocará essa “fila”, fazendo com que o alimento entale (mesmo sendo pequeno). O entalo pode ocorrer também quando o paciente não corta/mastiga direito o alimento, porém esse segundo “tipo de entalo” afeta a população inteira, não é exclusivo de pacientes que realizam a bariátrica.

O que fazer caso o entalo aconteça?

Caso o entalo ocorra, pare de se alimentar imediatamente. Não insista com outra porção de alimento tentando desbloquear o caminho. Levante-se e procure respirar profundamente. Você pode dar uma caminhada para ajudar no desentalar o alimento.

O aumento da salivação durante o entalo é uma situação comum, visto que é uma maneira do organismo tentar se livrar do alimento situado em um local inadequado. Portanto, não se preocupe, apesar de não ser uma situação muito agradável.

Adicionalmente, você pode ingerir alguma bebida gasosa, como um refrigerante ou uma água com gás. Deste modo, o gás estimula a eructação (o famoso arroto), a qual pode ajudar na retirada do alimento preso.

Portanto, siga com atenção todas as recomendações médicas após a cirurgia bariátrica e evite desconfortos durante a alimentação.

  • Uma das regras mais importantes é que o paciente deve ingerir porções reduzidas de comida. Tente utilizar uma colher menor para que os alimentos cheguem à boca em baixa quantidade;
  • Comer devagar, mastigando bem os alimentos;
  • Evite ingerir alimentos muito sólidos, e caso o faça, tente acompanhá-los com algum molho ou algo que os deixe mais fácil de ser quebrado;
  • Se alimentar usando a ponta do garfo (ou talheres de bebê/sobremesa);
  • Prestar atenção enquanto come. Nosso cérebro não está “acostumado” com o novo estômago e as condições pós-cirúrgicas, portanto, tenha cuidado durante toda o processo de alimentação durante as refeições para manter a mastigação e a deglutição adequadas. Comer na frente da TV ou vendo algum vídeo pode prejudicar o paciente.

Após as dicas acima, fica mais claro perceber que o grande causador dos entalos no paciente são os antigos hábitos do mesmo. O paciente muitas vezes estava acostumado a comer mesmo quando não está com fome, por exemplo quando você está em casa e quando se da conta está abrindo a geladeira pela 3ª, 4ª vez, comer rápido e até exageradamente. Quando ele decide realizar a cirurgia já deve ter em mente que terá que criar novos hábitos mais saudáveis.

Portanto se você operou e está tendo entalos, procure comer mais devagar, mastigue melhor, coma porções menores e acima de tudo, procure identificar os momentos que está comendo devido à fome ou ao hábito de comer bastante.

5 Verdades sobre Cirurgia Bariátrica

Postado por master em 06/dez/2021 - Sem Comentários

Como no post anterior trouxemos para vocês 5 mitos sobre a cirurgia bariátrica, hoje vamos falar sobre 5 verdades que também são bastante questionadas pelos nossos pacientes.

  • Meu cabelo poderá cair depois que realizar a cirurgia?
    Sim, é verdade, o cabelo e unhas dos pacientes podem cair, por mais que não seja uma regra. Essa queda de cabelos normalmente se dá a partir do 3 mês devido aos seguintes fatores: estresse cirúrgico, dieta restritiva logo após a cirurgia, alteração no sistema digestivo do paciente, consequentemente, alteração na absorção de vitaminas pelo paciente. Lembrando que o paciente recebe todas as orientações necessárias e a receita com as vitaminas para que, caso o paciente tenha queda de cabelos, ela seja mínima e pelo mínimo de tempo possível. A queda de cabelos começa nos 3 meses após a cirurgia e aos 6 meses já começa a diminuir significativamente. Lembrando que isso NÃO é regra, por mais que seja comum, não são todos pacientes que perdem cabelo.
  • É verdade que o paciente de cirurgia bariátrica deve tomar vitaminas para o resto de sua vida?
    Sim, é verdade. Quando o paciente realiza a cirurgia bariátrica, seu sistema digestivo é modificado, modificando também a absorção de alguns nutrientes. Como essa absorção é modificada, o paciente deverá tomar determinadas vitaminas em maior quantidade para suprir sua necessidade biológica. Importante lembrar que é muito melhor para o paciente passar anos tomando vitaminas e suplementos do que não optar pela cirurgia e continuar tomando remédios para pressão alta ou diabetes, por exemplo.
  • É verdade que a maior parte do peso o paciente perde nos primeiros dias de cirurgia?
    Sim, é Verdade! Nos primeiros 2 anos o paciente perderá em média de 30 a 50% do peso que tinha quando operou. 10% nos primeiros 30 dias, 20% nos primeiros 90 dias, 30% nos primeiros 180 dias e 40% nos primeiros 365 dias. Portanto, 10% no primeiro mês, mais 10% até o 3º mês, mais 10% até o 6º mês e mais 10% até completar o primeiro ano.
  • É necessário fazer uma avaliação médica detalhada antes de realizar a cirurgia?
    O paciente que pretende realizar a cirurgia bariátrica precisa passar pela avaliação de vários profissionais, que irão verificar se o procedimento é seguro para o paciente e se o mesmo está pronto para realizá-lo. Entre os profissionais que liberam o paciente para a cirurgia estão: o cirurgião, endocrinologista, cardiologista, nutricionista, psicólogo, fonoaudióloga, fisioterapeuta, pneumologista, entre outros.
  • O paciente terá recidiva da obesidade caso descuide da dieta e atividades físicas?
    Sim, também é verdade. A cirurgia é uma ferramenta que auxilia o paciente a perder peso, não é a garantia de que vai perder e não reganhar. Para o paciente se manter saudável a longo prazo é essencial que ele tenha uma dieta balanceada e também pratique alguma atividade física.